Selecione o Estado
Selecione a Categoria
Brasil, Sabado 16 de Dezembro de 2017
Dicas de SEO: use links externos para melhorar posição do seu site no Google
Data: 05/07/2013

Entre as técnicas que podem melhorar o posicionamento de seu site no Google, uma das mais importantes é a de links externos -- trata-se, basicamente, de espalhar na internet o endereço de sua página. Essas indicações estão entre os fatores levados em conta na hora de o Google medir a “reputação” de determinado endereço, pois funcionam como uma “carta de recomendação”. Abaixo, você confere o que fazer para conseguir esse tipo de indicação.   

Esses links externos -- parte de uma estratégia chamada SEO off-page -- são contabilizados quando o robô do Google visita um site para avaliá-lo: se uma mesma página ganhar muitos links externos (muitas recomendações), significa que outros sites confiam naquele conteúdo.

Há uma medição feita pelo próprio Google para mostrar a quantidade (e qualidade) de links externos de um site. Ela é chamada de Page Rank e varia entre 0 e 10.

• Parcerias para troca de links

Seu site indica endereços que tratam do mesmo tema e você pede para ser mencionado da mesma forma nessas páginas indicadas. A dica não funciona para SEO se a temática desses parceiros for diferente da sua. Além disso, sua lista não deve superar as 15 indicações: se abusar desse recurso, o Google pode identificá-lo como spammer e punir seu site.

• Invista em redes sociais (especialmente o Google+)

As redes sociais ganharam mais influência no ranking do Google. Por isso, deixe bem visível em seu site os botões de compartilhamento (indicado nos links a seguir) para Facebook, Twitter e Google+. De todas as redes sociais, aquela com maior influência em SEO é o Google+: quanto mais recomendações lá, melhor será seu posicionamento.

• Crie conteúdo de qualidade que possa ser compartilhado

Quando outras pessoas compartilham seu conteúdo, você ganha links externos. O que pode render essa recomendação é pensar sempre em conteúdo de qualidade, além da elaboração de listas, dicas úteis, fotos e vídeos legais. Vai da sua criatividade.

• Envie conteúdo para sites agregadores de notícias

Sites do tipo Digg ou Reddit são uma boa opção: é possível aumentar a relevância com links nessas páginas. No Brasil, há alguns sites nesse estilo como o Ocioso, o Colmeia e o Dihitt. Importante: é preciso cadastrar as suas notícias manualmente, então reserve um tempo para isso.

• Cadastre seu site em diretórios

Há controvérsias em relação ao cadastro em diretórios e motores de busca (caso do Achei e o DMOZ). Mas, mesmo que pouco, eles podem garantir algumas posições no Google. Na hora do cadastro, não se esqueça de categorizar o seu site de forma correta. Não coloque o seu blog de tecnologia na categoria animais apenas por ser a primeira alternativa da lista.

Links têm pesos diferentes

Para evitar práticas de spam, há fatores que influenciam na qualidade (ou peso) de um link externo. Veja alguns deles.

Autoridade do site: receber o link de uma página considerada importante pelo Google (com Page Rank alto) é mais importante que muitos links de sites menos importantes.

Quantidade de links: o Google considera o número de links disponíveis para determinar o peso de cada um. Ex: em uma página com 99 links, esses endereços serão considerados menos relevantes. Em um site com apenas dois links, a relevância deles aumenta.

Tipo de conteúdo: o Google não leva em conta links indicados por sites com temas diferentes. Portanto, se tiver um blog sobre política, é importante que ele ganhe recomendações de sites sobre o mesmo assunto.

Palavra certa: a palavra usada para fazer a indicação (também chamada de link âncora) pode ajudar o seu site. Ex: a indicação do site associada à palavra tecnologia é positiva para o UOL Tecnologia. Se o link estiver na palavra “jujubas”, o resultado não seria o mesmo.

Uma curiosidade: se você pesquisar no Google o termo “clique aqui”, a página que aparece em primeiro lugar é a do Adobe Reader. Apesar de o software não ter nada a ver com o termo, há muito sites com a seguinte mensagem: “se você quer fazer download do Adobe Reader, clique aqui”. Com tantas referências, o buscador acreditou na ligação entre o “clique aqui” e a página de download do software.  

Link em comentários: não adianta publicar seu link nos comentários de outros sites, pois o Google não considera indicações de endereços feitas nessas seções.

Cadastro automático: há serviços que cobram para fazer cadastro automático de sites (usando um software para cadastrar um link em muitas páginas simultaneamente). Não é uma boa. Além de você gastar dinheiro à toa, o Google pode achar que o seu site está fazendo spam.

 

Fonte: Edgard Matsuki

voltar
Selecione o Estado e a Categoria que deseja visualizar
Acre
Alagoas
Amapá
Amazonas
Bahia
Ceará
Distrito Federal
Espirito Santo
Goiás
Maranhão
Mato Grosso
Mato Grosso do Sul
Minhas Gerais
Pará
Paraíba
Paraná
Pernambuco
Piauí
Rio de Janeiro
Rio Grande do Norte
Rio Grande do Sul
Rondônia
Rorâima
Santa Catarina
São Paulo
Sergipe
Tocantins